Quadrinhos, Themys, projetos pessoais, uma entrevista com Mauro Barbieri,

prismartecapaTalentoso e dedicado, Mauro Barbiere foi em busca do seus sonhos, fazer quadrinhos, com seriedade e dedicação que todo artista deve ter.  Enumerar e descreve sua trajetória não é fácil, por causa de sua intensa produção. Mas além de trabalha em editoras estrangeiras, tal como a editora Zenescope (EUA), ele também contribui para os quadrinhos alternativos nacional. Na Prismarte estreou na edição 53 (2006) “Processo Criativo” escrito por Leonardo Santana. Depois desenhou histórias da série Esquadrão Agakê, que da mesma forma que na Prismarte 53 foi destaque de capa, desenhando ambas as capa. Esteve presente na Prismarte 48 (2008) Conspirações, (com a hq O ET de Varginha) e outras importantes participações. Seu último trabalho recentemente publicado, foi na edição 61 da Prismarte, desenhando a série Themys o qual é criador ao lado de Milson Marins.

1- Como foi sua iniciação, suas primeiras obras, e trajetória nos quadrinhos?

gft29a capa oficialSempre gostei de hqs e desenhos animados , mas fui me aprofundar, mas quando entrei na Fábrica de Quadrinhos para estudar. Alguns anos depois conheci, através da internet, o Leonardo Santana e depois o pessoal da PADA/Prismarte, e entre um teste e outro produzi algumas historias para o Leo Santana e pro Milson.

Meu primeiro trabalho nos EUA foi para a editora Zenescope  no titulo Grimm Fairy Tales #29 http://comicvine.gamespot.com/grimm-fairy-tales-29-king-midas/4000-135018/
através do estúdio.

Após um período sem trabalho, mas produzindo testes e alguns freelas, eu entrei no Rascunho Studio, do grande amigo Alzir Alves, um cara que me deu muta força e noções de mercado que eu não tinha. No Rascunho produzi alguns trabalhos para editoras independentes americanas. Meu último trabalho pela Rascunho, foi em uma historia na grafic novel da Silver Fox  http://www.silverfoxcomics.com.au/silver-fox-comics-store, hoje estou produzindo arte para leilão, para o Cosmotrama studio e envolvido na história do Themys na Prismarte.

2- Quais os autores, roteirista ou desenhista, que mais admira nos quadrinhos nacional e internacional? (pode se profissionais consagrados ou autores alternativos)
Falando em roteiristas e artistas, curto muito os trabalhos do Alan Moore, J. Michael Straczynski , uma historia dele que eu mais gostei foi Midnith Nation. Também pode incluir, Mark Millar, Grant Morrison,… enfim a lista é grande de artistas, como Gary Frank, John Romita Jr., Arthur Adams. Tem muita gente boa na área, e minha lista é grande.

detalhe-cc3a3es-selvagenspor-leo-s-e-mauro-barbieri-pag-07

 

3- Na última edição da Prismarte (#61), estreamos o personagem Themys, como surgiu a inciativa de criar e produzir esse personagem?
14965641_1409468545730026_7648071718803603456_nO Themys nasceu de uma concordância de idéias, minhas e do Milson sobre corrupção, aliás como a da maioria dos Brasileiros, começamos a esboçar o personagem, se me lembro bem, em 2009 ou 10, não me recordo bem, mas acabamos deixando no HD pois tive que correr atras da grana.

Então veio a Lava Jato e toda essa podridão que estamos assistindo até hoje, conversamos novamente e resolvemos dar vida ao personagem com novo visual e tudo mais, O Milson Marins produz os Roteiros e eu faço os desenhos, mas eventualmente vamos trocando de acordo com os outros trabalhos que temos que fazer. Infelizmente nossa produção é lenta pois temos que cuidar das coisas cotidianas, mas pretendemos fazer um bom trabalho e esperamos que o publico goste. Eu curti muito a primeira história achei que ficou muito bem trabalhada, foi produzida a três mãos. Eu iniciei desenhando e arte finalizando, o Alan Frost, que assumiu a arte final e nas últimas páginas foram desenhadas e arte finalizadas por Alan Frost. A sequencia da história esta sendo produzida.

4 – Aqui pela PADA/Prismarte você já até desenho obras que foram destaque de capa! Mas quais gostou mais de produzir e porque gostou?

O Esquadrão HQ, com certeza, eu nunca tinha trabalhado com personagens em grupo e foi uma ótima experiencia. Espero voltar a fazer o Esquadrão novamente.

5 – Quais seus projetos pessoais ou mesmo em parceria(s) em relação aos quadrinhos?

Bem no momento, como já disse, estou produzindo arte para leilão, e comissions, estou envolvido com o projeto do Themys e pretendo fazer histórias curtas abordando a temática espirita/espiritualista pois é um tema que eu estudo a muitos anos, mais ainda não encontrei o jeito certo para contar certas histórias, vamos ver mais a frente.

themys-entrevista

A abaixo uma mostra da Prismarte #61 na Bookess.
Serviço:
Prismarte #61
Capa colorida
Miolo Preto e Branco
Formato: 14,5 x 20 cm
32 páginas
R$ 5,00 + R$ 3,00 frete


You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *