Funesc: laboratório de quadrinhos

Divulgue-nos nas redes sociais!



A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) está com inscrições abertas para sua primeira turma de Laboratório de Quadrinhos para Iniciantes. As aulas serão ministradas por Thaïs Gualberto, com limite de 12 vagas por turma. Os interessados podem escolher entre três opções de datas – outubro, novembro e dezembro. As inscrições são gratuitas.

20140929165323Para se inscrever, é preciso preencher o formulário disponível no link http://bit.ly/YBwiV0 ou http://goo.gl/D7CPlP. As aulas ocorrerão sempre às segundas-feiras, das 15h às 17h, no Auditório 3, Mezanino 2 do Espaço Cultural José Lins do Rego, em Tambauzinho. Mais informações podem ser solicitadas pelo e-mail funesc.quadrinhos@gmail.com.

“Existem outros cursos na cidade ensinando técnicas de desenho e de quadrinhos, mas a intenção desse laboratório é apresentar em poucos módulos um pouco do que são as histórias em quadrinhos e como se pode fazê-las. É um primeiro passo para quem quer começar e desenhar bem não é um pré-requisito. Na verdade, a intenção é ajudar cada um a descobrir sua própria maneira de fazer quadrinhos, apesar dos impedimentos que possam parecer existir”, explica Thaïs Gualberto, que é formada em Arte e Mídia pela UFCG, ex-integrante do coletivo WC, conselho editorial da Inverna e responsável pelo site kisuki.me, além de coordenadora da área junto à Funesc.

As aulas de outubro serão nos dias 6, 13, 20 e 27. As datas de novembro são 3, 10, 17 e 24 e quem optar pelo mês de dezembro terá aulas nos dias 1, 9, 15 e 22.

Conteúdo – As atividades escolhidas para a programação de quadrinhos serão desenvolvidas para estimular a criação artística na área, assim como propor discussões relevantes sobre esta arte. O fio condutor será um laboratório de quadrinhos, com encontros semanais, onde ao fim de quatro encontros os participantes deverão apresentar uma história em quadrinhos de sua autoria.

A oficina visa apresentar e experimentar junto aos alunos com pouca ou nenhuma experiência na produção de quadrinhos. A intenção não é ensinar a desenhar, mas faze-los descobrir qual a melhor maneira de utilizar o potencial que já possuem e introduzir novos elementos para produzir seus próprios quadrinhos. As aulas acontecerão uma vez por semana, para que seja um processo contínuo e os alunos tenham tempo para produzir os exercícios solicitados.

A proposta é fomentar a produção de quadrinhos no Estado, bem como criar espaços de discussão sobre temas relevantes da área. A partir desse primeiro contato, se pretende disponibilizar um ambiente de aprendizado para desenhistas, quadrinistas e aspirantes da Paraíba.



Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *