Revolução Pernambucana de 1817 ganha traços modernos em adaptação para os quadrinhos

Noiva-revolucao2

A história de amor de Domingos Martins e Maria Teodora, ambientada na Revolução Pernambucana de 1817 e contada no romance  A noiva da revolução, do jornalista Paulo Santos, ganhou uma versão moderna, na linguagem dos quadrinhos. Na noite desta terça-feira (7), o prefeito Geraldo Julio compareceu ao pré-lançamento da obra “A noiva”, e que vai ganhar as livrarias a  partir do próximo mês. O romance ganhou roteiro de Eron Villar e traços de Thony Silas, artista pernambucano, colaborador da editora norte-americana de histórias em quadrinho Marvel, e que já trabalhou em títulos de personagens como Homem-Aranha, Demolidor e Batman, da também americana DC Comics.
arb_6213_07032017_foto_andrearegobarros

“No bicentenário da Revolução Pernambucana ganhamos esse presente, de um pernambucano, nascido no Ibura e que muito nos orgulha, o Tony, que hoje tem uma carreira internacional e que faz aqui essa releitura de forma tão contemporânea dessa obra. Certamente é uma obra que vai ganhar toda a criançada, os adolescentes e os adultos também”, declarou o prefeito Geraldo Julio, que na ocasião foi presenteado com a aquarela original da obra.

Para Thony Silas este foi um trabalho muito emocionante. “Fico sem palavras pra descrever o que é estar contando a história da minha terra, que tem tanta força e potência. Vamos levar essa história daqui para o mundo”, destacou o ilustrador. “A Noiva”, que terá lançamento oficial na Comic Con Experience Tour Nordeste – edição regional do maior evento do país dedicado às HQs e à cultura geek -, em abril e no Recife. A HQ será o primeiro trabalho editado pela Ueon Productions, produtora idealizada por Thony Silas e radicada no Recife.

O escritor Paulo Santos, autor da obra original que foi adaptada, falou da importância da história ganhar novas leituras. “Podemos contar uma história de muitas formas. Ter a ilustração como outra condição desse romance é algo muito bonito, de uma riquezas moderna, que atinge também outros públicos, notadamente as crianças. Esperamos poder falar dessa história não só para nossas crianças mas para todas as crianças do mundo”, afirmou.

Segundo Eron Villar, roteirista da obra, será uma oportunidade de pessoas de vários lugares conhecerem mais da história de Recife e Pernambuco. “Por sermos de periferia, tanto eu quanto Tony queremos levar isso ao maximo para crianças de comunidades, mas também entendemos a importância desse projeto ganhar o mundo. Queremos transformar esse conteúdo em games, em séries de TV, em filmes, no máximo de linguagens possíveis”, destacou.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *